sexta-feira, 24 de junho de 2011

A filha do vizinho

A filha do vizinho

A filha do vizinho,
É uma garota muito linda,
Com cabelos cacheados;
Olhos castanhos claros,
E boca maravilhosa.

Eu queria poder tocá-la,
Pra sentir a maciez do seu rosto;
E também poder beijá-la,
Pra da sua boca saber o gosto.

Mas não adianta,
Ela não me dá bola,
Eu já tentei de tudo,
Desde dar uma linda flor,
Até dar-lhe o mundo.

Sua boca, seus olhos,
Não saem da minha cabeça;
E nada, nada, nada mesmo,
Faz com que eu a esqueça.

Preciso esquecê-la,
Tirá-la do meu pensamento;
Mas é lógico que eu queria estar com ela,
Só apenas por um momento.

Nem se fosse um minuto,
Que eu tivesse para estar com ela,
E eu iria aproveitar cada segundo,
Como se aquele momento,
Fosse o fim do mundo.

Eu sei que esse minuto,
Nunca existirá,
Mas eu fico sonhando;
Pois quem sabe um dia,
Esse sonho acaba se realizando.


By: Ronald Oberdan...
Postar um comentário